Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2021

Que bom que alguém lutou por nós

Imagem
  Raul Seixas foi o cara quem me levou a conhecer melhor e mais profundamente o golpe de 64. Eu tinha 11 ou 12 anos e era maluca pelo Maluco Beleza. Foi ouvindo “Mamãe eu não queria” e “Metrô linha 743”, e lendo sobre suas músicas censuradas e a tortura que sofreu dos milicos, que passei a me inteirar deste passado tão recente que “terminava” na mesma época em que eu nascia. Não tenho memórias de estudar sobre a ditadura militar brasileira na escola. Talvez tenha matado esta aula. Eu matava muitas aulas. Ou talvez o assunto realmente passou batido no colégio São José Notre Dame de Não-Me-Toque/RS. Mas eu pensava lá no final dos anos 90: ufa, que bom que passou, né? Sorte a minha não ter vivido esta época. Que bom que alguém lutou por nós. Ao mesmo tempo, me enchia de admiração e gratidão por aqueles que resistiram, que lutaram, que questionaram, que se expuseram ao perigo iminente. Por aqueles que morreram e “sumiram” feito fumaça no ar. Então veio 2018 e o que parecia passado se

Médicos carniceiros: seu lugar é na prisão

Imagem
  No dia 28 de janeiro de 2021, mesmo dia em que Rose morreu por erro & negligência médica, meu pai também estava no hospital. Assim como Rose, ele fazia um procedimento cirúrgico relativamente simples por conta de um problema renal. Mas, diferentemente de Rose, meu pai saiu do hospital ainda naquela noite. Rose, não. Rose morreu aos 49 anos após passar dias reclamando de dores, taquicardia e falta de ar em decorrência de uma cirurgia na qual a médica e sua equipe cometeram uma série bizarra de erros medonhos, primários, absurdos. Não só erraram na cirurgia como continuaram errando depois, ao ignorar os sintomas pós-operatórios relatados pela paciente. Rose faleceu no dia 28 de janeiro de 2021 no Hospital de Caridade de Carazinho como resultado de uma perfuração no útero e intestino que foi sumariamente IGNORADA pela médica. É revoltante porque foi mais do que um erro. Foi negligência. No pós-operatório, quando Rose passou a se queixar de dores, simplesmente nada foi f